quinta-feira, 23 de julho de 2015

CIdadania e Democracia Cristã - com CONFIANÇA nas legislativas 2015

http://ppvcidadaniaedemocraciacrista.blogspot.pt/p/legislativas-2015.html

Amigas/os,
Se já no passado encontrámos boas razões para unir esforços em prol desta justa causa, então muito mais se justifica HOJE que nos apresentemos juntos diante de um exercício de cidadania tão importante como o que se oferece com as Eleições Legislativas 2015.
Diante do ataque cerrado ao que, por simplicidade, designamos como a nossa "Civilização Ocidental de Matriz Cristã", é muito importante que cada vez mais cidadãos conscientes dêem as mãos na sua defesa activa. 
Que fazer, então? Por onde (re)começar?

Vamos assumir-nos como CIDADÃOS de corpo inteiro e abrir um espaço de intervenção nas Legislativas2015. Para isso precisamos de apresentar listas em todos os círculos eleitorais.

Para mais informação, clicar aqui p.f.
 


Está nas nossas mãos!

Sejamos cidadãos de parte inteira!

terça-feira, 7 de julho de 2015

documentação de apoio à discussão/votação estatutária na Convenção Nacional de 11.07

Documentos/Propostas a discutir e votar na Convenção Nacional do próximo sábado, dia 11.07.2015, pelas 15h00 em Vila do Conde (Rua Sónia e Roberto Delaunay, nº 153, 4480 - 838 Vila do Conde)

 - proposta de programa eleitoral

- proposta de alteração de estatutos (vd estatutos actuais)

- proposta de regulamento eleitoral interno

LB

Notícias & Convite I Portugal Pro Vida

PPV NEWSLETTER | Edição de 3 de Julho de 2015
Ver no meu browser

“É insano pensar que fazendo a mesma coisa, da mesma maneira, se obtêm resultados radicalmente diferentes”

Einstein

Cara(o) filiada(o),
A nova Direção Política Nacional (DPN) do PPV deseja, antes de mais, saudar a ação, intervenção e o espírito de missão de todos os filiados do PPV que se mobilizaram para promover a mudança através do seu voto. Agradecemos a confiança depositada na lista A e contamos com um PPV unido e mobilizado para os grandes desafios que se nos apresentam já este Verão. Seguem algumas notícias que queremos partilhar convosco e colocar à reflexão colectiva.

Notícias PPV

Um Novo Rumo?


“É insano pensar que fazendo a mesma coisa, da mesma maneira, se obtêm resultados radicalmente diferentes” (Einstein), ou seja, se nada alterarmos, não podemos esperar um resultado nas legislativas muito diferente do que já tivemos no passado. Impõe-se repensar o posicionamento do PPV mas também a forma de colaboração entre a Direção e as novas estruturas territoriais distritais/concelhias.

Uma Nova Estratégia?


A nova DPN encontra-se atualmente a desenvolver o trabalho inicial a que se propusera e apela à participação na Convenção Nacional Extraordinária, do próximo dia 11 de julho, em Vila do Conde - ou via skype p/ tania.avillez. Este é o momento para juntos discutirmos e definirmos a estratégia e tática política do novo PPV, passando eventualmente por uma alteração do nome. Apelamos pois à vossa reflexão e participação naquilo que queremos que seja um debate profícuo de ideias e ações para o PPV: Devemos mudar o nome do PPV, sugerindo um novo posicionamento do mesmo? E se sim, qual o nome? A Direção apresentará uma proposta a discussão mas pretende-se um debate aberto

Um Partido mais Amplo?


Só concorrendo num numero significativo de distritos poderá o PPV ter acesso aos debates televisivos que contam, para além de conseguirmos também um maior tempo de antena. Quer ser ou propor alguém para ser o nosso representante distrital/concelhio? Será desta rede descentralizada que sairão as nossas listas de candidatura às Eleições Legislativas. Logo que possível, enviaremos aos responsáveis os necessários formulários. O PPV só pode crescer se organizado e interventivo na vida política local/regional, sem esquecer uma cada vez mais intensa participação (remunerada) nas mesas de voto.
Tem outras questões que quer ver debatidas no programa do PPV para as legislativas? Então escreva-nos e participe na nossa Convenção Nacional Extraordinária.
 

Unidos para Crescer!

Luís Botelho, Tânia Avillez, Sérgio Cales, Miguel Martel, Leonardo Silva, António Maria Magalhães



sexta-feira, 26 de junho de 2015

Convocatória para Sessão Extraordinária da Convenção Nacional I VIla do Conde, 11 julho, 15h

Caro(a)s filiados do PPV,

De acordo com os número 3 do artigo 19.º dos estatutos do partido Portugal pro Vida, vem a Direção Política Nacional (DPN) convocar uma sessão extraordinária da Convenção Nacional do PPV para o dia 11 de Julho de 2015, sábado, pelas 15h00, em Vila do Conde (Rua Sónia e Roberto Delaunay, nº 153, 4480 - 838 Vila do Conde), com a seguinte ordem de trabalhos:

1. Votação da ata da última Sessão da Convenção, realizada a 16 de Maio em Guimarães/Fátima;

2. Discussão e Votação de proposta de alteração de estatutos apresentada pela DPN (disponível para consulta no blogue oficial) incluindo a questão do nome e posicionamento do partido;

3. Eleições Legislativas 2015: listas de candidatura, presenças nas mesas, novos filiados, etc.;

4. Presidenciais 2016;

5. Outros assuntos;
  
A DPN apela instantemente a todos os filiados do PPV no sentido de uma participação ativa e, se possível, presencial. Alternativamente deverá ser aberto um canal skype para participação remota acedido através de tania.avillez.

Porto, 26 de Junho de 2015

Pela Direção Política Nacional,

Tânia Avillez
--
----------------------------------------
PPV - Portugal pro Vida

sexta-feira, 19 de junho de 2015

ACTA FINAL DA COMISSÃO ELEITORAL

Aos trinta e um dias do mês de maio do ano de dois mil e quinze constituiu-se em Fátima, na residência da filiada nº 32 Fernanda Maria da Costa Neves Mendes a mesa eleitoral para presidir ao processo eleitoral e que ficou assim formada:
Presidente: José Maria Marques Cerca (nº 64)
Secretário: Sérgio Ferreira Cales da Silva (nº 73)
Relator: Sérgio Manuel Pereira Bregieira (nº 92)
De acordo com as “Instruções” conformes aos estatutos, enviadas antecipadamente a todos os filiados foram admitidos para a eleição dos órgãos do Partido PPV –Portugal Pró Vida três modalidades de votação: voto presencial em Fátima, voto por correio via CTT e voto por correio electrónico.
Apurados todos os votos assim chegados à Comissão Eleitoral o resultado verificado após terminado o período estabelecido para a votação foi o seguinte:
Votos presenciais: três
Votos via CTT: cinco
Votos por correio electrónico: vinte e três.
Estes votos ficaram assim distribuídos:

DIREÇÃO POLITICA NACIONAL
Lista A :19
Lista B :8
Branco :4
Nulo :0
CONSELHO FISCAL
Lista A :19
Lista B :8
Branco :4
Nulo :0
CONSELHO DE JUSTIÇA
Lista A :21
Branco :10
Nulo :0
MESA DA CONVENÇÃO NACIONAL
Lista A :20
Branco :10
Nulo :1

Refira-se que havendo inicialmente duas listas candidatas, uma delas, a Lista B que apenas concorria a dois órgãos (Direção Política Nacional e Conselho Fiscal) acabou por comunicar a sua desistência, quando já estava iniciado o processo de votação, alegando irregularidades que não caberá a esta mesa pronunciar-se, por não estar no âmbito das suas competências. Em virtude disso, os votos atribuídos à Lista B são considerados nulos, apesar de discriminados no apuramento final.
Refira-se ainda que durante o período de votação em Fátima foi entregue pela Responsável Geral demissionária, Joana Margarida Oliveira da Câmara Pereira, uma notificação de impugnação do resultado do ato eleitoral dirigido ao Presidente da Mesa da Convenção Nacional e ao Presidente da Comissão eleitoral.
Refira-se, por último, que na abertura da mesa se verificou a alteração do código de acesso ao correio institucional por pessoa estranha à mesa. Ultrapassado este problema por esta comissão, voltou a verificar-se, posteriormente, novo impedimento no acesso ao endereço institucional que novamente foi reposto pela mesa eleitoral.
Lamentamos e repudiamos estas tentativas de perturbação deste processo eleitoral.
Esclarece-se que o método utilizado para o apuramento dos votos se processou das seguintes formas:
1.boletins recebidos via CTT : ao Presidente da mesa eleitoral coube a abertura dos envelopes e verificação se o boletim estava devidamente dobrado em quatro. Ao relator coube a extracção do boletim do envelope e entregue o mesmo ao secretário que, por sua vez, o depositou na urna.
2.Votos recebidos no endereço institucional até às 18.00h: a gestão da caixa de correio institucional coube ao Presidente da mesa que guardou os anexos numa pasta previamente criada no ambiente de trabalho designada “urna electrónica”. Ao secretário coube a verificação e renomeação dos anexos na pasta atrás referida. Ao relator coube a impressão aleatória dos mesmos e depósito na urna física, sendo imediatamente eliminados os emails e respectivos anexos (boletins de voto).
Todos os boletins escrutinados ficaram à guarda do Presidente da mesa e simultaneamente Presidente da Comissão eleitoral.
E nada mais havendo a tratar deu-se por encerrado este processo eleitoral pelas 19.30h do qual foi lavrada a presente ata assinada pelos membros da mesa.

José Maria Marques Cerca
Sérgio Ferreira Cales da Silva
Sérgio Manuel Pereira Bregieira


TITULARES DOS ÓRGÃOS DIRIGENTES NACIONAIS

n.º PPV    DIRECÇÃO POLÍTICA NACIONAL (5+5)    TIPO
1    Luís Filipe Botelho Ribeiro    Responsável-geral
119    Tânia Guerreiro Avillez Melo e Castro    efectivo
36    Leonardo Cunha da Silva    efectivo
18    Miguel Trigueiros de Martel Lima    efectivo
73    Sérgio Ferreira Cales da Silva     efectivo
92    António Maria Magalhães    suplente
117    Maria Amélia Carvalho    suplente
25    Margarida Maria de Bessa Ribeiro e Barros    suplente
128    Teófilo Severino de Matos Bettencourt    suplente
129    Maria Luísa Negrão Rodrigues da Silva    suplente
       
n.º PPV    CONSELHO DE JUSTIÇA (3+3)   
22    Helder Fernando Alves de Sousa    efectivo
97    Carlos Alberto Vecino Vieira    efectivo
106    António Villas Boas    efectivo
91    Maria Pires de Lima Cabral de Meireles e Magalhães    suplente
105    Anabela Carvalho    suplente
96      Paulo Freire Moreira    suplente
       
n.º PPV    MESA DA CONVENÇÃO NACIONAL (3+3)   
24    Carlos Fernando da Conceição Sousa     efectivo
13    Fernando Miguel Vidal Urbano    efectivo
41    José Manuel Leitão de Puga    efectivo
8    Luís Pereira de Almeida    suplente
77    Roberto Fernandes da Silva Serpa    suplente
5    Eddie Fernandes    suplente
       
n.º PPV    CONSELHO FISCAL (5+)   
27    José Carlos Andrade    efectivo
64    João José de Oliveira Cruz    efectivo
122    José Alexandre Pereira Gueifão    efectivo
112    Ricardo António da Silva Figueiredo    efectivo
59    José Gamboa Chaves da Fonseca Ferrão    efectivo


tomada de posse a 2 de Junho de 2015, no Hospital de São João, no Porto

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Deliberação da Comissão Eleitoral - 22.05.2015

1.      Campanha eleitoral
Reconhecendo que se tem perdido demasiado tempo com o sucessivo levantamento de questões, ao longo deste processo eleitoral, a Comissão Eleitoral, consciente da necessidade de que todos os filiados sejam devidamente elucidados sobre o projecto que cada lista pretende desenvolver no PPV, recomenda que, a partir deste momento, seja feita, pelos modos que cada lista entenda, a melhor divulgação dos respectivos projectos, junto dos filiados, até ao dia da votação.

2.Caderno eleitoral
Relativamente ao caderno eleitoral que tem vindo a ser objecto de contestação, a ponto de ter motivado mesmo uma reunião extraordinária da CN, a Comissão eleitoral, após essa conturbada reunião, decidiu aceitar todos os nomes constantes na sua última versão, incluindo as últimas desistências, considerando-os como filiados para todos os efeitos legais, cabendo à próxima DPN aceitar novos filiados ou a desfiliação dos que assim o manifestarem. Do caderno eleitoral serão apenas retirados os menores, que embora sendo considerados filiados, não poderão votar nem ser eleitos, de acordo com a lei geral.

3.Sistema de votação
Considerando que o sistema de votação por mail inicialmente considerado não garantiria, em absoluto, o sigilo do voto, a CE  decidiu admitir também o voto presencial e o voto por correspondência via CTT. Neste sentido, a CE deixa ao critério de cada votante, que assim o desejar, a possibilidade de optar por qualquer uma destas modalidades: voto presencial, voto por correio normal, ou envio do voto através do próprio correio electrónico, ou utilizando o de um outro filiado à sua escolha, caso não possua conta de mail.

4.Dia da votação
O voto presencial terá lugar na residência do Sr. Armando Mendes, em Fátima, entre as 15 e as 18 horas do dia 31/05/2014.Quem não poder deslocar-se até Fátima, nem desejar utilizar o endereço de correio electrónico, poderá enviar o seu voto por correio, via CTT, acompanhado de uma cópia do documento de identificação, até ao dia 29 de maio (data da receção) para a morada do Presidente da Comissão eleitoral, José Maria Cerca (Rua Dr. Simões Júnior,24, 4540-136 Arouca).
A mesa de voto será composta pelo presidente da Comissão Eleitoral e pelos dois membros designados por cada uma das listas para integrarem a CE.

5.Boletim de voto

Para garantir o sigilo do voto, o boletim recebido por e-mail deverá ser dobrado em 4 após o seu preenchimento e colocado no envelope que conterá o nome do remetente.
No dia da votação, os envelopes serão abertos e destruídos depois de retirado o boletim, que será colocado, dobrado em 4, dentro da urna eleitoral, impossibilitando assim a sua identificação e permitindo simultaneamente a descarga no caderno eleitoral.

6. Contatos com os votantes

Considerando que alguns filiados não possuem endereço de correio electrónico, ou o mesmo não funciona, caberá a cada lista fazer diligências no sentido de levar toda a informação junto desses filiados, cuja relação poderá ser requerida junto da CE.

José Maria Cerca
(Presidente da CE)

ESCLARECIMENTO:
Estas instruções foram aprovadas por maioria dos 4 elementos da CE, tendo apenas um elemento não concordado com as mesmas.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Deliberações da Mesa da CN

Reunido - via Skype e telemóvel - o plenário dos membros efectivos da Mesa da Convenção Nacional do PPV pelas 22h00 do dia 19 de Maio de 2015, foi por este órgão deliberado o seguinte:


1. Tendo presente o princípio vigente nas Leis Eleitorais portuguesas, tanto nas Eleições Legislativas como nas Eleições Autárquicas, devem os direitos de plena cidadania ser associados à maioridade. Daqui decorre que para "eleger e ser eleito" é necessário preencher os requisitos da idade mínima de 18 anos. Por isso, decidiu esta Mesa notificar peremptoriamente as listas candidatas para, no prazo de 24 horas - a contar da hora de divulgação email desta acta - procederem à substituição de quaisquer eventuais cidadãos menores da respectiva composição. Deve a Comissão Eleitoral, pelo mesmo princípio, remover dos cadernos eleitorais quaisquer filiados menores de idade, sem prejuízo de estes se poderem manter membros do PPV.

2. A competência de aceitar pedidos de filiação e, correlativamente, os de desfiliação - com eventual pedido de reconsideração e elaboração da subsequente carta de desfiliação, se a decisão se mantiver irrevogável - pertence à Direcção Política Nacional democraticamente eleita e no uso pleno das suas funções. Não podem a Mesa da Convenção Nacional ou a Comissão Eleitoral decidir quaisquer pedidos eventualmente surgidos num período de "sede vacante" - o que constituiria grave abuso das suas competências. Deve, sim, ser deixada à nova Direcção eleita a resolução de todas as situações dessa natureza então pendentes.

3. Não deve esta Mesa - e, por maioria de razão, a Comissão Eleitoral por nós mandatada - tomar posição quanto à validade de uma ou outra versão da acta da sessão extraordinária da Convenção Nacional de 16 de Maio passado. Tal decisão não pode senão ser deixada à próxima sessão da Convenção Nacional, comprometendo-se esta Mesa a incluir essa votação como primeiro ponto da Ordem de Trabalhos.

4.Tendo esta Mesa tomado conhecimento do pedido de demissão de um membro da Comissão Eleitoral (C.E.) - Andreia de Jesus Araújo Gomes - decidimos notificar os proponentes da Lista A e da Lista B  para, no prazo de 24 horas - a contar da hora de divulgação email desta acta - indicarem um membro da respectiva lista para integrar a CE, mantendo o seu Presidente o direito de voto de desempate em qualquer deliberação.

Guimarães / Arouca / Tomar, 19 de Maio de 2015

Luís Filipe Botelho Ribeiro
José Maria Marques Cerca
Jorge Soares Nicola

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Convenção Nacional (sessão extraordinária de 16 de Maio) em Guimarães e Fátima



**************************************************************************************************

PPV - Convenção Nacional (sessão extraordinária de 16 de Maio)

                           Alteração da Convocatória                       


Caros Filiados do PPV,

Por indicação médica, não poderei deslocar-me ao local inicialmente indicado para a realização oficial da Convenção Nacional do PPV, convocada por um grupo de filiados, nos termos do nº 3 do Art. 19.º dos Estatutos.

Assim, e como presidente da Mesa da Convenção Nacional, sou forçado a alterar o local de constituição da Mesa da Convenção Nacional para a cidade de Guimarães, numa residência particular situada na R. do Picoto, nº 85, devendo ter início em primeira chamada pelas 15h00*. O livro de actas encontra-se disponível para consulta dos filiados, enviando-se em anexo as duas últimas actas (28Fev / 24Mar).

Quem pretendia participar no local inicialmente previsto em Fátima poderá continuar a fazê-lo, ligando-se à sessão de Guimarães via skype (luisbotelhoribeiro@gmail.com) ou por telemóvel (934450384). Conforme determina o mesmo artigo 19º, mantém-se a ordem de trabalhos constante do pedido do grupo de filiados, sendo que no ponto "outros assuntos" caberá naturalmente a resolução do problema levantado por uma demissão na Comissão Eleitoral.

----------------------------------------------------------
ORDEM DE TRABALHOS:
1. Discussão das irregularidades detectadas no caderno eleitoral;
2. Outros assuntos.

A mesa da Convenção apela a todos os filiados do PPV no sentido de uma participação activa e, se possível, presencial.

Porto, 13 de Maio de 2015

O Presidente da Mesa da Convenção Nacional,
Luís Botelho Ribeiro


* Se à hora marcada não existir um quorum mínimo (metade mais um), a Assembleia terá início meia hora mais tarde com qualquer número de presentes.







On 01/05/2015 19:45, Portugal Pro Vida wrote:
Caros filiados/simpatizantes do PPV

Pediu-me o Sr.Presidente da mesa da Convenção Nacional, Luís Filipe Botelho Ribeiro, para publicar na lista de mails dos filiados  do PPV a convocatória para uma reunião extraordinária da CN, pedida por um grupo de 14 filiados, ao abrigo do  nº3 do artigo 19º dos estatutos do PPV.
Esta convocatória prende-se com o processo eleitoral iniciado há mais de dois meses e no decorrer do qual surgiram diversos problemas relacionados com a constituição do caderno eleitoral.
Agradece-se a presença do maior número possivel de filiados, de modo a que possam ser ultrapassados, de vez, todos os problemas surgidos e dar assim  andamento ao processo eleitoral já iniciado, mas suspenso até à próxima reunião da CN extraordinária. Por ser mais central, a nível nacional, se optou pelo local de Fatima.
Com os melhores cumprimentos
Pela Mesa da CN
José Maria Cerca


domingo, 29 de março de 2015

Regulamento eleitoral

A Mesa da Convenção Nacional (CN) elaborou um Regulamento eleitoral ad hoc, válido apenas para estas eleições, recomendando que, oportunamente, a CN proceda à alteração dos Estatutos, de modo a contemplar uma Secção sobre Eleições.

2.1. Datas e prazos
A data limite para a entrega de listas será no dia 28 de março. A data da votação será consensualizada entre as listas que vierem a ser apresentadas, tendo presente o prazo limite de 90 dias no já referido ponto 4 do artigo 22º dos estatutos.

2.2. Sistema de votação
Considerando a dificuldade prática do voto presencial em urna, entendeu a Mesa mandatar a Comissão Eleitoral para a realização de eleições através do correio electrónico, como já aconteceu no passado. Para votar, os filiados enviarão um email para o endereço institucional portugalprovida@gmail.com, garantindo os membros da CE, por sua Honra, a total confidencialidade do voto. A palavra-passe de acesso à conta portugalprovida@gmail.com será do exclusivo conhecimento dos membros da Comissão Eleitoral.

No caso de algum filiado não possuir mail, poderá votar através do mail de outro filiado da sua confiança. Neste caso, e adaptando o princípio consignado no ponto 2 do artigo 14º dos estatutos, esta situação deverá ser comunicada à Comissão Eleitoral com a antecedência mínima de três dias em relação à data das eleições. Contudo, nenhum filiado poderá representar mais do que um membro sem mail.

2.3. Caderno eleitoral
Ficou decidido que o caderno eleitoral fica encerrado nesta data, considerando que já passou cerca de um mês após a última reunião da CN em que ficou decidida a realização de eleições para todos os órgãos do PPV. Havendo quatro casos de filiados cujas fichas ainda não apareceram, a Comissão Eleitoral informará os interessados que deverão fazer a entrega das mesmas, pelo mail institucional portugalprovida@gmail.com até ao dia 28 de março, de modo a serem integrados no caderno eleitoral.

Neste momento, o caderno eleitoral termina com os seguintes filiados, identificados aqui pelo respetivo número de inscrição e iniciais do nome:
123-SMPB, 124-MLCM,125-APF,126-MR, 127-JMRP,128-TSMB,129-MLNRS,130-TMNBCP.

A aguardar o envio da respetiva ficha, encontram-se os seguintes casos:131-ML,132-CSMA,133-MDVSOF, 134-MFSOF.




Info_01 25/03/2015 09:29

Caros filiados do PPV
Informa-se que a partir desta data a palavra passe de acesso ao mail institucional foi alterada mantendo-se até ao fim do processo eleitoral em posse  na Comissão eleitoral que garantirá a sua total confidencialidade.
Informa-se que será para este endereço portugalprovida@gmail.com que deverá ser enviada qualquer lista concorrente às eleições para os órgãos do PPV. O seu envio deverá ser feito até às 00.00h do dia 28 de Março (hora actual).
Com os melhores cumprimentos.
P´la Comissão Eleitoral
José Cerca




Info_02 26/03/2015 14:02

Mesmo não sabendo quantas listas aparecerão a concorrer às eleições, a Comissão eleitoral informa todos os filiados do seguinte:


1. A identificação das listas será feita pela ordem de chegada à caixa de correio institucional atribuindo-se-lhe a designação de Lista A, Lista B, Lista C…… mesmo que não concorram a todos os órgãos do PPV.
2. A lista deverá ser acompanhada de uma Declaração do seu proponente atestando que todos os que a integram são filiados e aceitaram a sua participação na mesma.
3. Depois de recebidas as listas a Comissão Eleitoral deverá analisá-las no prazo de 48 h e comunicar aos proponentes qualquer anomalia verificada.
4. A Comissão Eleitoral adoptará um sistema de decisão por voto maioritário, valendo o do presidente como voto de qualidade, caso algum dos outros elementos se abstenha.
5. Todos os casos imprevistos e demais ocorrências serão decididos pela Comissão Eleitoral cujas deliberações ficarão registadas em acta.
A Comissão Eleitoral

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Convenção Nacional do PPV - 28 de Fevereiro, em Fátima na área residencial do nosso filiado Armando Mendes, junto ao HOTEL SOLAR DA MARTA R. Francisco Marto 74

Meus caros
Recordo que a reunião da CN terá lugar no próximo sábado, dia 28 de fevereiro em Fátima, pelas 15.30h
O local da reunião será na área residencial do nosso amigo Armando Mendes, junto ao HOTEL SOLAR DA MARTA,Rua Francisco Marto 74, 2495 Fátima, T.249 531 152

Embora havendo possibilidades de ligação pelo Skype, seria bom a participação presencial de todos aqueles que tivessem possibilidades de o fazer.
Uma outra sugestão seria a de combinarem transporte conjunto (sempre que possivel), pois além de economicamente mais rentável, seria socialmente mais rica a viagem. (Eu partirei de S.João da Madeira e/ou Oliveira de Azemeis. 936258945)
Com os melhores cumprimentos
José Cerca

PS- Peço desculpa se, eventualmente, esta mensagem surgir em duplicado ou incorretamente dirigida a alguém.


http://www.facebook.com/jcerca

**************************************************************************************************

PPV - Convenção Nacional (sessão ordinária)

                           Convocatória


                 ---------- § ----------


De acordo com os números 1. e 2. do artigo 20º dos estatutos do partido Portugal pro Vida, nova sessão ordinária da Convenção Nacional do PPV.

A pedido da Direcção Nacional (DPN) esta sessão (de Março) será antecipada para o dia 28 de Fevereiro de 2015, sábado, pelas 15h30*, em Fátima com a seguinte ordem ordem de trabalhos:


1. Discussão e Votação do Relatório e Contas do exercício de 2014 (DPN);

2. Votação do Plano de Actividades e orçamento para 2015 (quaisquer mudanças a nivel da DPN devem ser transmitidas aos filiados) ;

3. Discussão sobre questões Estatutárias, incluindo o nome e posicionamento do partido

4. Eleições Legislativas 2015

5. Presidenciais 2016

6. Outros assuntos;

7. Votação e assinatura da acta;


A mesa da C.N. apela instantemente a todos os filiados do PPV no sentido de uma participação activa e, se possível, presencial. Oportunamente, deverá ser publicitado o local da convenção, no blogue oficial e pagina de Facebook do PPV.


Guimarães, 03 de Fevereiro de 2015

O Presidente da Mesa da Convenção Nacional,
Luís Botelho Ribeiro



* Se à hora marcada não existir um quorum mínimo (metade mais um), a Assembleia terá início meia hora mais tarde com qualquer número de presentes.


domingo, 4 de janeiro de 2015

Feliz 2015

Caros filiados e simpatizantes do PPV,


Venho por este meio, em meu nome e em nome da Direcção Política Nacional, desejar a todos um excelente 2015.

Permitam-me acrescentar: que este seja um ano vitorioso para os valores que defendemos!


A Responsável-Geral,


Joana Câmara Pereira



domingo, 21 de dezembro de 2014

Situação financeira do PPV

Caros filiados do PPV,



Foi enviado a todos, via e-mail, um resumo das dificuldades financeiras que o PPV atravessa.

Solicita-se a quem não o tiver recebido o favor de remeter ao PPV um e-mail actualizado.

O momento é grave. Esta DPN tudo tem feito para encontrar soluções que permitam ultrapassar as consequências das coimas aplicadas pelo Tribunal Constitucional.

O não pagamento poderá levar à extinção do PPV, calando-se assim a única voz verdadeiramente coerente na defesa dos valores que todos abraçamos. 

É muito urgente a vossa resposta para podermos tomar decisões sobre o futuro do Portugal Pro Vida. Naturalmente, estamos abertos a sugestões e comentários que permitam encontrar soluções.

Agradecemos resposta até ao dia 28 de Dezembro, para portugalprovida@gmail.com


Desejamos a todos um Santo Natal.

A Responsável Geral do Portugal Pro Vida
Joana Câmara Pereira

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

mensagem da mesa da Convenção Nacional do PPV à DPN



Ex.mª Direcção Política Nacional do PPV,
Dig.mª Responsável-Geral Joana Câmara Pereira,


Realizou-se no passado sábado, 6 de Dezembro, a sessão ordinária do PPV, relativamente à qual - e para que a mesma se possa dar por consumada e lavrada a respectiva acta - entendeu a mesa
da Convenção Nacional dirigir à Direcção Política Nacional - Cc: aos filiados - a seguinte mensagem:

1. Tendo sido aprovada, com um voto contra, a continuidade do PPV, impõe-se dar cumprimento ao ponto 2 da ordem de trabalhos, isto é "2. Votação do Plano de Actividades e orçamento para 2015;» Assim, concede-se à DPN uma semana para que apresente o referido plano, para ser distribuido por email e votado pelos filiados. Presume-se a observância do Programa Eleitoral sufragado há cerca de um ano e a disposição e motivação da DPN para se manter em funções, revitalizando a sua intervenção política. Sobre as propostas avulsas que entretanto vêm sendo discutidas na rede (as quais poderão, se a DPN assim entender, integrar esse plano) alertamos para os três princípios fundamentais, que figuravam em todas as folhas de proposta de constituição do PPV, os quais não poderão ser violados sob pena de invalidar o apoio que milhares de cidadãos deram à nossa constituição em partido político:

    i. Defendemos a inviolabilidade da Vida Humana, desde a concepção até à morte natural, e a plena cidadania assente na dignidade da Pessoa e da Família;

    ii. Na busca activa do bem comum, norteiam-nos os princípios da Doutrina Social da Igreja;
   
    iii. O movimento aspira à máxima acessibilidade e inclusão social, prescindindo de quotas ou financiamentos particulares*, apoiando-se em eventuais subvenções públicas e no trabalho voluntário dos seus apoiantes, cuja 
   participação nas decisões políticas não será condicionada por qualquer limitação etária ou monetária**.
 
        *    leia-se obrigatórios e/ou regulares;
        **  com quotas obrigatórias, poder-se-ia em qualquer momento pretender inibir ou degradar o voto dos filiados com quotas em atraso;


2. Congratulamo-nos com a entrega incondicional do livro de actas da Convenção Nacional à respectiva mesa, legitimamente eleita, bem como com a reabertura do acesso desta mesa ao blogue oficial do PPV. Confiamos que estes gestos reforçam o respeito institucional pela dignidade dos diferentes órgãos e reafirmam o princípio da separação de poderes


3. Tendo sido verbalmente prestadas informações sobre uma eventual recomposição da Direcçao Política Nacional após as eleiçõs europeias - de que a mesa da Convenção e os filiados não têm qualquer conhecimento - e manifestada pelo menos uma intenção de demissão, solicita-se à responsável-geral da DPN que confirme ou desminta tais alterações e, em caso afirmativo, informe da composição e distribuição de funções dentro da Direcção Nacional.



Esta mesa já recebeu os textos das "declarações de voto", as quais deverão ser incluídas na acta - se necessário na forma resumida. A mesa da CN manifesta a sua disponibilidade para colaborar com a DPN, todos os órgãos eleitos do PPV e os seus filiados em todas as iniciativas políticas que concorram para a realização dos nossos princípios e objectivos.

Guimarães, 10.12.2014

Luís Botelho
José Cerca
Ricardo Figueiredo
Leonardo Silva

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

[ PPV ] CONVOCATÓRIA para Convenção Nacional 6 DEZ 2014 - 15h30 em Guimarães (nova data!)



PPV - Convenção Nacional  - sessão ordinária

Convocatória

nota prévia: Face a problemas surgidos na divulgação da convocatória remetida no passado dia 13 por email, houve necessidade de alterar a data da próxima sessão ordinária da Convenção Nacional. Pelos eventuais transtornos causados, pedimos desculpa. Esta sessão da Convenção Nacional do PPV reveste-se de particular importância para o futuro da causa que juntos abraçámos, pelo que se justifica uma particular ênfase no apelo à participação de todos/as. Como habitualmente, está prevista a participação via Skype.

---------- § ----------

De acordo com os números 1. e 2. do artigo 20º dos estatutos do partido Portugal pro Vida, convoco uma sessão ordinária da Convenção Nacional para o dia 6 de Dezembro de 2014, pelas 15h30*, em Guimarães** com a seguinte ordem de trabalhos:

1. Análise da actuação política do PPV ao longo do ano de 2014;
2. Votação do Plano de Actividades e orçamento para 2015;
3. Outros assuntos;
4. Votaçao e assinatura da acta.

Face à importância das decisões a tomar - que podem passar pela própria continuidade como partido político - a mesa da Convenção Nacional apela instantemente a todos os filiados do PPV no sentido de uma participação activa e, se possível, presencial.

Guimarães, 20 de Novembro de 2014
O Presidente da Mesa da Convenção Nacional,
Luís Botelho Ribeiro


* Se à hora marcada não existir quorum (metade mais um), a Convenção terá início meia hora mais tarde com qualquer número de presentes.

 ** (local concreto a divulgar proximamente no blogue http://portugalprovida.blogspot.pt )