domingo, 27 de setembro de 2009

a 8485 portugueses, 40.000 obrigados!

PPV Portugal pro Vida 0,15% - 8.485 votos...

... Em nome de 40.217 bebés não nascidos, MUITO OBRIGADO!

Infelizmente, 0,15% não chegam e o futuro de Portugal continuará a ser sacrificado nos hospitais públicos e, sobretudo, a encher o bolso dos accionistas da Clínica dos Arcos.

Até quando?

um povo de coração duro

Um Povo Perverso e de Coração Duro

O resultado das eleições de hoje demonstra à sociedade que o povo português escolheu lugubremente a morte. De facto, os partidos necrófilos conseguiram a maioria dos assentos no parlamento. A eutanásia, o suicídio assistido, o “casamento” entre gays e o abuso de menores através da “educação” sexual obrigatória, para dar alguns exemplos, tornar-se-ão realidades “legais” em Portugal. Uma nação que assim vota maioritariamente é constituída por um povo profundamente perverso e de coração duro.

A Hierarquia que tem a estrita obrigação de Evangelizar este povo, pelo contrário, lisonjeia-o e adula-o. Os Pastores que têm como missão, entre outras, confrontar as gentes com os seus pecados e despertá-las para a conversão passam-lhe a mão pelo pêlo calando cobardemente os seus vícios e fazendo pregações que a todos encantam e que não incomodam ninguém. Bem se tem queixado o Papa de que muitos Bispos se procuram a si e aos seus interesses em vez de velarem pelo bem integral daqueles que lhes foram confiados. A adulação que ao longo da história e da Tradição da Igreja sempre foi vista como um pecado grave é agora tida como máxima virtude e mesmo critério de discernimento na escolha de Pastores. Quanto maior a lisonja dos poderosos e do espírito do tempo, da mentalidade reinante, maior a honra e a fama dos Pastores que as procuram acima de tudo. Contente, mesmo muito contente, deve estar a Rádio Renascença com as ajudas contínuas, sistemáticas e preciosas que tem contribuído para dissolver a verdadeira identidade humana e cristã desta nação.

Querem que eu aceite a vontade “soberana do povo” expressa nesta votação? Não a aceito e repudio-a com veemência semelhante à rejeição pela vontade “soberana do povo” que condenou Cristo à morte. Querem que eu cumprimente a José Sócrates pela vitória eleitoral? Não o faço, antes o reconheço como representante daquela tirania sanguinária que já chacinou 40 mil crianças nascituras e que se prepara para aumentar o número de vítimas inocentes.

Este povo precisa de conversão e os Pastores têm que dizê-lo, sem medo e com clareza, em Fátima, nas Dioceses, nas Paróquias, nos meios de comunicação social, oportuna e inoportunamente.

À honra de Cristo. Ámen.


Nuno Serras Pereira

27. 09. 2009


sexta-feira, 25 de setembro de 2009

salve uma Vida = vote PPV

Car@ concidadã(o),

Chamo-me Luís Botelho Ribeiro, sou professor universitário em Guimarães e responsável-geral pelo movimento Portugal pro Vida que dia 27 se apresenta pela primeira vez a eleições. Escrevo-lhe para relembrar a importância de ir votar no próximo Domingo - e votar em consciência, especialmente se, em virtude da confissão cristã ou simples opção ético-filosófica, se identifica com os Valores da Vida e da Família.

Na próxima legislatura, além da revisão constitucional, querem alguns partidos promover legislação atentatória destes Valores, perante a confusa situação interna de outros partidos. Como é sabido, a actual cabeça de lista do CDS por Lisboa confessa-se abertamente favorável ao aborto e à eutanásia. No PSD, foram 21 os deputados que na Assembleia da República - e porventura abusando do seu mandato - apoiaram com o seu voto a Lei do Aborto em 2007. Na dita esquerda, tanto a CDU como o BE e o PS confundem a sua natural vocação de «defesa dos fracos e oprimidos» com as novas tendências fracturantes da «cultura de morte» que deturpam e degradam o ideal socialista e humanista que tantos portugueses abraçaram nos anos 70.

Pode um cidadão, cristão ou não, mas defensor dos valores humanistas da Vida e da Família, contribuir com o seu voto para a eleição de deputados contrários à sua consciência? A resposta terá de ser um claro "não", especialmente depois de milhares de mulheres e homens de todas as regiões do nosso país se terem empenhado para levar até ao seu boletim de voto uma opção "pro Vida" e "pro Família". Estamos a falar do PPV, Portugal pro Vida, o mais jovem partido português e que já concorre em 18 círculos - figurando em primeiro lugar no distrito de Santarém e em último lugar (14º) no Porto (vd. lista).

Pense bem. Nas últimas semanas, muitos políticos falam do "voto útil". Mas algum Voto pode ser mais útil e solidário do que um voto para salvar Vidas Humanas? Eis a utilidade primeira de um voto no PPV: na primeira oportunidade, faremos aprovar um estatuto de personalidade jurídica para o embrião humano, um estatuto tal que coloque os nossos irmãos mais pequenos a salvo quer da experimentação e manipulação destrutiva quer do aborto a pedido, independentemente do tempo de gestação.

Não se deixe confundir! A actual lei do aborto já ceifou 40.000 vidas inocentes no nosso país, banalizou e tornou o aborto um método contraceptivo de facto, e contribui já para a aceleração do envelhecimento populacional e o possível colapso da Segurança Social. A cada dia que passa, há 67 novos Pedros, Marianas, Antónios, Sofias que ninguém quis amar, cujas mães também Portugal abandonou.

Vai cruzar os braços perante este genocídio ?
Ou vai tomar uma atitude e solidarizar-se com a Vida ?

Não se abstenha!
Vote no seu futuro, vote Portugal pro Vida.

Guimarães, 24 de Setembro de 2009

Cordiais saudações,
Luís Botelho Ribeiro

PPV discute «Inverno Demográfico» em Viseu

No passado dia 22 de Setembro, o grupo do Portugal pro Vida de Viseu, organizou uma sessão de visualização e debate do filme “Inverno Demográfico”, contando com a presença do Presidente do PPV, Luís Botelho, com a cabeça de lista por Viseu, Cátia Almeida e a número dois e mandatária, Paula Almeida. Foram numerosos os amigos pro vida que se quiseram reunir para conversar sobre as causas e consequências das políticas anti-família, anti-maternidade, anti-vida, no futuro de Portugal e do Mundo. Foi uma noite muito agradável, (depois da tarde passada no centro da cidade a conversar com as pessoas que passavam, contando com a presença da RTP), que a todos animou e motivou a continuar a trabalhar pela causa da vida e da família.

A ideia de fundo que marcou o encontro foi esta: apesar de parecermos poucos e loucos, os que damos a cara por estas questões, somos voz de muitos, alguns que não podem ainda (ou já) falar, outros que estão cansados demais para levantar a voz, mas que anseiam por quem o faça. As grandes revoluções da História sempre foram feitas por minorias; este é o tempo ideal para arregaçar as mangas e sermos coerentes e consequentes com os princípios por que conduzimos a nossa vida. Cada um de nós faz a diferença e o que é necessário é não parar: passar a palavra de que “a vida sabe bem e todos devem ter direito a saboreá-la”! Iremos até onde a nossa imaginação e energia para o bem nos levar!

foto picada do blogue de finalistas de 1987 da Univ. Católica Portuguesa - Viseu


Balanço de uma legislatura

com a devida vénia ao blogue "o inimputável"


quarta-feira, 23 de setembro de 2009

tempos de antena do PPV - clip 1

doutrina social da Igreja

algumas declarações baseadas em textos amplamente divulgados*


A (perversa) USURA

Se na actividade económica e financeira a busca de um lucro equitativo é aceitável, o recurso à usura é condenável.

Os traficantes, cujas práticas usurárias e mercantis provocam a fome e a morte dos seus semelhantes, cometem realmente homicídio! Tal condenação estende-se também às relações económicas internacionais, especialmente no que respeita à situação dos países menos desenvolvidos, aos quais não podem ser aplicados «sistemas financeiros abusivos, quando não usurários».

Notar que a palavra «usura» é aqui utilizada de acordo com o senso comum, não segundo definicões jurídicas.


O direito à VIDA

O direito à vida, do qual é parte integrante o direito a crescer junto à mãe depois de ter sido gerado;

o direito a viver numa família unida e num ambiente moral favorável ao desenvolvimento da própria personalidade;

o direito a maturar a sua inteligência e liberdade na procura e no conhecimento da verdade;

o direito a participar no trabalho para valorizar os bens da terra e a obter dele o sustento próprio e dos seus familiares;

o direito a fundar uma família e a acolher e educar os filhos, exercitando responsavelmente a sua sexualidade.

Assim, o direito à vida, desde o momento da sua concepção até ao seu fim natural, comporta, em particular, a ilicitude de toda a forma de aborto procurado e de eutanásia.


A DIGNIDADE

É absolutamente necessário estarmos constantemente atentos para a defesa da dignidade da pessoa humana, a promoção da paz, a luta concreta e eficaz contra as misérias do nosso tempo, tais como a fome e a indigência, o analfabetismo, a distribuição não equitativa dos bens e a carência de habitação.


A RIQUEZA

As riquezas realizam a sua função de serviço ao homem quando destinadas a produzir benefícios para os outros e a sociedade.

Como poderíamos fazer o bem aos outros se ninguém possuísse nada?

As riquezas pertencem a alguns, para que estes possam adquirir mérito partilhando com os outros. Elas são um bem que que lhes foi confiado: quem o possuir, deve usá-lo e fazê-lo circular, para que também os menos favorecidos possam fruir; o mal está no apego desmedido às riquezas, no desejo de açambarcá-las.

Devemos convidar os ricos a abrirem as portas dos seus armazéns: «Um grande rio se derrama, em mil canais, sobre o terreno fértil: de igual modo, por mil vias, faz chegar alguma da tua riqueza à habitação dos pobres».

A riqueza é como a água que flui mais pura da fonte na medida em que dela se haure com mais frequência, mas que apodrece se a fonte permanece inutilizada.

O rico não é mais que um administrador daquilo que possui; dar o necessário a quem necessita é obra a ser cumprida com humildade, porque os bens não pertencem a quem os distribui. Quem tem as riquezas somente para si não é inocente; dar a quem tem necessidade significa pagar uma dívida.

Por outras palavras, quem tem riqueza deve criar condições para combater o desemprego, mas...


Direitos dos TRABALHADORES

Os direitos dos trabalhadores, como todos os demais direitos, baseiam-se na natureza da pessoa humana e na sua dignidade transcendente:

o direito a uma justa remuneração;

o direito a um descanso apropriado;

o direito «a dispor de ambientes de trabalho e de processos de laboração que não causem dano à saúde física dos trabalhadores, nem prejudiquem a sua integridade moral»

o direito a ver salvaguardada a própria personalidade no lugar de trabalho, «sem serem violadas seja de que modo for a consciência ou a dignidade»;

o direito a convenientes subvenções indispensáveis para a subsistência dos trabalhadores desempregados e das suas famílias;

o direito à pensão de aposentação ou reforma, ao seguro para a velhice bem como para a doença e ao seguro em caso de acidentes de trabalho;

o direito a disposições sociais referentes à maternidade;

o direito de reunir-se e de associar-se.

Tais direitos são frequentemente desrespeitados, como confirmam os tristes fenómenos do trabalho sub-remunerado, desprovido de tutela ou não representado de modo adequado. Dá-se com frequência o casos de as condições de trabalho para homens, mulheres e crianças, especialmente nos países em desenvolvimento, serem tão desumanas que ofendem a sua dignidade, prejudicam a sua saúde e ofendem-nos a todos nós que os conhecemos.


As condições sociais e o ambiente

As exigências do bem comum derivam das condições sociais de cada época e estão estreitamente conexas com o respeito e com a promoção integral da pessoa e dos seus direitos fundamentais.

Essas exigências referem-se, antes de mais, ao empenho na paz, à organização dos poderes do Estado, a uma sólida ordem jurídica, à protecção do ambiente, à prestação dos serviços essenciais às pessoas, alguns dos quais são, ao mesmo tempo, direitos do homem: alimentação, habitação, trabalho, educação e acesso à cultura, saúde, transportes, livre circulação das informações e tutela da liberdade religiosa. Não se pode esquecer o contributo que cada nação tem o dever de dar para uma verdadeira cooperação internacional, em vista do bem comum da humanidade inteira, inclusive para as gerações futuras.

Carlos Sousa

( mandatário e candidato do PPV pelo distrito do Porto )


* as fontes podem ser fornecidas a interessad@s


terça-feira, 22 de setembro de 2009

agenda de campanha

6ª feira, 25.09
08h30 - Estação de S. Bento -> Baixa do Porto
10h00 - Visita ao serviço de Pediatria do Hospital de S. João no Porto (confirmada)
tarde - Baixa do Porto;
14h30 - visita ao sindicato dos jornalistas - apoio à agenda pro "Liberdade de Imprensa";
(a confirmar) visita a IPSS de apoio a mães em dificuldades (a confirmar)
21h00 - interrupção da campanha eleitoral para a habitual oração mensal da Velada pela Vida, frente ao Hospital P.e Américo - Penafiel, Hosp. N. Srª da Oliveira - Guimarães, Hosp. S. Marcos em Braga, Clínica dos Arcos - Lisboa, Hosp. S. Sebastião - S.Maria da Feira, Hosp. de Leiria, Hosp. de Faro, Jardim da Carreira - Vila Real, Hosp. S. Teotónio - Viseu, etc...
22h00 - caravanas automóveis em vários pontos do país

5ª feira, 24.09
10h00 - Braga: visita à ACAPO Rua do Matadouro, nº 51 (a confirmar)
11h00 - Braga: visita à APPACDM de Braga
12h00 - arruada pelo centro de Braga
14h30 - arruada pelo centro de Barcelos
16h00 -Viana do Castelo: visita ao Centro de acolhimento a mães e bebés, R. Conde da Aurora, 1005.
17h30 - arruada pelo centro de Viana do Castelo
21h00 - Jantar em Ponte de Lima

4ª feira, 23.09
08h30 - Baixa do Porto
11h00 - Porto: visita ao Hospital da Ordem do Carmo

3ª feira, 22.09
21h00 - Viseu: visionamento e discussão do documentário «Inverno Demográfico» com a presença da cabeça de lista por Viseu, Cátia Almeida, outros candidatos por Viseu e Luís Botelho Ribeiro; no salão da Associação de solidariedade social, cultural e recreativa de Gumirães (Viseu)

2ª feira, 21.09
10h00 - 10h30: Andreia de Jesus representa PPV no programa «Edição do meio dia» da SIC notícias
17h00: participação em programa da TVI - Luís Botelho

Domingo, 20.09
todo o dia
- caravanas pela Vida: Paredes, Penafiel, Lousada, Felgueiras, Amarante, Baião, Póvoa de Varzim, Maia, Valongo, Vila do Conde, V.N. de Gaia, Porto
tarde
12h30 - PPV de vento em popa: largada do cais do antigo farol dos pilotos da Barra (GPS: 41º 8' 49,47" N 8º 40' 00,33" W), volta à vela da Foz do Douro ao Cais de Gaia e Ribeira do Porto (cobertura TVI)

Sábado, 19.09
manhã
- caminhada /pedalada pela Vida: Paços de Ferreira - Freamunde
- PPV de vento em popa: navegar é preciso - Viver também é preciso!!! Navegar pela Vida no rio Douro, com largada do cais do antigo farol dos pilotos da Barra (GPS: 41º 8' 49,47" N 8º 40' 00,33" W)
9,30 horas: Braga - caminhada pela Vida ....... concentração junto à estação de comboio.
tarde
15h30 - caravanas automóveis: Cais da vela, marginal Foz, Matosinhos e Leça
15h30 - "Vela pela vida!" Cais da vela,
15 horas: Guimarães - caravana automóvel às ..... concentração junto à estação de comboio.
jantar - Restaurante "Triunfante" (Porto)

6ª feira, 18.09
manhã - Aveiro
10h00 - Praça do Peixe, Ponte Praça, Rua Direita, Av. Dr. Lourenço Peixinho
tarde - Viseu
14h30 - Rossio, volta pela zona comercial
noite - Guarda
21h00 - Guarda: visionamento e discussão do documentário «Inverno Demográfico» com a presença da cabeça de lista pela Guarda, Carlos Varandas Nunes, outros candidatos e Luís Botelho Ribeiro da Direcção Nacional do PPV; no salão da Junta de S. Miguel da Guarda

5ª feira, 17.09
9H00 - TVI particip. na revista de imprensa da TVI24
manhã - Baixa de Lisboa
10h30 - Praça da Figueira (junta da estátua de D. João I)
11h00 - Rossio
11h30 - Avenida da Liberdade
12h00 - frente à Clínica dos Arcos - R. da Mãe d'Água, 15A (ao cimo da Praça da Alegria)
Jantar - Aveiro ( info:965.252.585 )

4ª feira, 16.09
15h30: Lagos, concentração frente an edif. da Segur. Social na Avenida principal (+info: 916.164.088)
17h00 (aprox.) - Portimão: zona central

3ª feira, 15.09
manhã - (estúdio: tempos de antena)
tarde - Almada (info: 966.353.103)
jantar - Faro (Restaurante St. António - Largo Camões, info: 966.320.205)

2ª feira, 14.09
manhã - Leiria
tarde - Santarém
noite - particip. "Prós e Contras"

Sábado 12.09
9h00 - concentração no largo do Toural, Guimarães, seguindo depois pelas R. de Santo António, R. Gil Vicente, Paio Galvão, Toural, Alam. Abel Salazar, N.S. Oliveira, Praça de Santiago, etc.
14h30 - Braga, junto ao Estádio 1º de Maio, subindo depois a Av. da Liberdade, Av. Central, Estação de camionagem, Praça do Comércio, Campo da Vinha, Hortas, Rua do Souto, Café Vianna.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

manual dos membros das mesas

A Andreia de Jesus, nossa dirigente nacional, foi indicada pelo PPV para integrar uma mesa de voto na sua freguesia da Baixa da Banheira. Por escolha dos seus pares, a Andreia deverá mesmo presidir à sua uma mesa de voto e entendeu partilhar com outros nas mesmas circunstâncias o «manual dos membros das mesas de voto» que entretanto encontrou na internet e de cuja leitura muito aproveitou. Eis aqui o link que, entretanto, também ficará disponível na barra lateral do blogue na secção "legislativas 2009".

domingo, 20 de setembro de 2009

Eutanásia nunca!

O Prof. Daniel Serrão, acedeu ao convite do PPV para dar um testemunho pro Vida nos nossos tempos de antena. Destacamos as seguintes passagens da sua intervenção:

«A forma mais indigna de morrer é ser morto por outra pessoa. E isto é a Eutanásia»

«Eu diria que o nosso combate tem de ser essencialmente para que haja cuidados paliativos para todos no Serviço Nacional de Saúde. Eutanásia? Nunca!»

Convidamos todos os nossos amigos a ver o seu depoimento que irá para o ar a partir de hoje nos seguintes horários e canais de televisão:

Domingo (hoje) - 20 Set. 19h18 TVI
19h21 RTP1

2ª feira - 21 Set. 19h12 RTP2/África/Internac.

3ª feira - 22 Set. 19h09 SIC

O PPV fala a várias vozes

Na 2ª feira, dia 21, a dirigente nacional Andreia de Jesus vai representar o PPV no "Jornal do Meio Dia" da SIC notícias, entre as 10h00 e as 10h30. A não perder!

carta de Eddie Fernandes aos colegas pastores e padres

Prezado Sacerdote, Pastor, Ancião ou líder espiritual de uma comunidade Cristã em Portugal e na diáspora,

Estou a enviar-lhe esta carta tendo em conta a urgência e a importância da hora que estamos a viver. As decisões que em breve vamos ser chamados a tomar enquanto cidadãos irão alterar definitivamente o mundo como o temos conhecido até agora. Portugal prepara-se para as Eleições Legislativas 2009, anunciadas pelo Presidente da República, Prof. Cavaco Silva, para o dia 27 de Setembro. Temos a responsabilidade de preparar as nossas comunidades para estudarem as melhores opções antes de se dirigirem às urnas, para que cada indivíduo opte pelos melhores candidatos e vote em boa consciência. A consequência deste acto eleitoral será o XVIII Governo Constitucional de Portugal.

O clima político, social, económico, e acima de tudo espiritual, da nossa nação tem vindo a sofrer profundas mutações. Poucos são os que consideram Portugal um país Católico, ou sequer um país Cristão. São cada vez mais visíveis características que traem as nossas raízes de fé em Deus ou a nossa rica herança Judaico-Cristã. Ao que tudo indica, os nossos governantes, caso sejam reeleitos, preparam-se para introduzir uma série de leis que, não apenas continuarão a conduzir o país para o mais profundo abismo espiritual, mas algumas leis que são claramente anti-cristãs.

Num país democrático o poder decisivo está nas mãos do povo. Podemos travar o declínio moral, ético e espiritual em que se afunda a nossa pátria. Os Cristãos devem ser incentivados a não traírem as suas consciências no acto de votar. Devem votar respeitando as suas convicções sabendo que Deus está presente na cabine de voto. Somos nós, os líderes espirituais, que temos o dever de preparar o povo de Deus. Esse é o nosso privilégio e também o nosso dever e responsabilidade.

A Palavra de Deus ensina em II Crónicas 7:14, “se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”

Esta carta constitui um apelo a todos os Cristãos. Vamos esquecer por um tempo as nossas divisões, as barreiras denominacionais, tudo aquilo que nos separa, e vamos estar unidos para um momento histórico tão importante como este. Existem hoje alternativas para evitar não apenas a secularização de Portugal mas também, para os que estão atentos aos sinais dos tempos, a Islamização de Portugal e da Europa. Sei do que estou a falar e quem está atento à voz do Espírito Santo também sabe.

Peço, amigo e colega de ministério, para na sua comunidade formar grupos de oração e intercessão. Quer sejamos Católicos ou Protestantes, Ortodoxos ou Evangélicos, ou membros de qualquer outra comunidade que tem como Salvador e Mestre o Senhor Jesus Cristo, vamos nos humilhar e buscar a face de Deus em oração especificamente pelas Legislativas.

Para além de estarmos em oração até ao dia das eleições, no dia 26 de Setembro, um dia antes das eleições, de uma forma especial, vamos estar reunidos em oração de norte a sul de Portugal nas nossas igrejas. Juntem-se com outras igrejas locais, mesmo igrejas de diferentes denominações, e estejam unidos para rezar/orar/interceder/clamar por Portugal.

Vamos pedir a Deus para que os candidatos que estão no Seu coração sejam eleitos. Vamos pedir a Deus para nos perdoar pelo nosso pecado e indiferença. Vamos pedir que Ele venha sarar a nossa terra.

Já neste Domingo nas celebrações Dominicais informem aos crentes que a abstenção não é a solução. Se não queremos ver as mesmas politicas laicas, contrárias à Palavra de Deus, e até a introdução de novas politicas que já estão elaboradas e prontas a implementar - que ainda são piores - é tempo para o exército de Cristo de levantar e votar num partido, mesmo que pequeno, mas que defenda os valores da Vida, da Família, da Palavra e do nosso Deus.

Cascais, 16 de Setembro 2009


Atenciosamente,

Dr. Eddie J. Fernandes (D.MIN.)

Membro da Direcção Política Nacional do PPV

Pastor www.riversideintchurch.com

Presidente www.cmaportugal.com

Nota: Agradeço que divulgue esta carta junto dos seus fieis, grupos de jovens, movimentos e a todas as igrejas.

sábado, 19 de setembro de 2009

PPV discute «Inverno Demográfico» na Guarda

Na passada sexta-feira, 19.09, o PPV-Guarda organizou em S. Miguel - Guarda uma sessão de apresentação e discussão do documentário «Inverno Demográfico». Este acto contou com a presença do cabeça de lista pela Guarda, Carlos Varandas Nunes e vários outros candidatos. O responsável nacional do PPV, Luís Botelho, marcou presença levando aos candidatos e à população da Guarda, que compareceu em bom número, um abraço solidário para com uma das regiões que mais profundamente sofrem já em Portugal os efeitos do Inverno Demográfico.

A imprensa escrita regional (Região da Guarda, Nova Guarda, etc.) e também a Rádio Altitude deram uma excelente cobertura ao evento, contribuindo assim para dar a conhecer as principais preocupações, princípios e visão do PPV para a região e para o país.

fotografias gentilmente cedidas por André Martins, do jornal "Nova Guarda"

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Inauguração da sede do PPV em Aveiro


Foi inaugurada esta manhã a sede de campanha do PPV em Aveiro, junto da Estação de comboios. Este acto contou com a presença do cabeça de lista por Aveiro, Miguel Urbano, o mandatário distrital, José Luís Martins Pereira, e o responsável nacional, Luís Botelho, antigo estudante e professor na Universidade de Aveiro.

Para os próximos dias estão previstas diversas acções no distrito, incluindo uma arruadas em Aveiro no próximo domingo e a projecção do filme "Inverno Demográfico" na sede do PPV, na próxima 4ª feira (a confirmar).

TGV porquê?

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

CENSURA PELA COMISSÃO NACIONAL DE ELEIÇÕES AO TEMPO DE ANTENA DO PPV NA TVI

A TVI, através do seu representante Dr Henrique Dias, recusou-se a receber os tempos de antena que ontem, dia 15 de Setembro, por volta das 21h00 nos propusemos entregar-lhes com vista à transmissão hoje (16.09) por volta das 19h00.

Na mesma ocasião, foi-nos garantido que - no plano técnico - não haveria dificuldade em colocar no ar aquele nosso tempo, ainda que entregue no dia seguinte, desde que a CNE não se opusesse.


A CNE, porém, opôs-se. Primeiro telefonicamente e a seguir por email, fomos informados pela C.N.E. da recusa em transmitir o nosso tempo de antena, invocando para isso - cinismo dos cinismos! - um princípio de "Igualdade de Oportunidades". Somos portanto impedidos de usar um nosso tempo de antena que a Estação televisiva garantiu poder colocar no ar... por causa do princípio da "Igualdade de oportunidades"!!!

Protestamos por isso veementemente contra esta decisão injusta e discricionária que traz para o tempo presente aquilo que no regime anterior ficou infelizmente conhecido pela política do "lápis azul".

Já há uma semana nos vimos privados pela C.N.E. do nosso tempo de antena no primeiro dia de campanha após o indeferimento final da candidatura do PPV às legislativas pelo circulo de Lisboa, o que representou uma alteração arbitrária (e muito prejudicial para nós) do que vinha sendo o critério de "corte" dos tempos de antena finais, perante a não-aceitação de alguma candidatura pelos tribunais.

Apelamos por isso às autoridades democráticas portuguesas, em especial ao Sr. Presidente da República, o garante do "normal funcionamento das instituições", segundo a Constituição, no sentido de que - em tempo útil e dentro da esfera de competências de cada cargo - impeçam mais este grave atropelo à normalidade do processo eleitoral que, a confirmar-se, poderá levar-nos a perder a confiança na isenção da actual Comissão Nacional de Eleições.

Portugal pro Vida


------------------
from: movimento Portugal pro-Vida <portugalprovida@gmail.com>to"Henrique A. Dias" <hadias@tvi.pt>
ccJoaquina Martins <
joaquinamartins@cne.pt>,Andre Lucas <alucas@cne.pt>,"Luis C. Velho" <lcvelho@tvi.pt>,Victor Castro Rosa <vcrosa@tvi.pt>

dateWed, Sep 16, 2009 at 12:40 AM
subject: Re: Ausencia Tempo de Antena PPV - Emissao Quarta 16 Setembro

Ex.mº Sr. Henrique Dias,
Devido a dificuldades logísticas relacionadas com a transposição dos nossos DVDs para cassete Betacam SP, não conseguimos entregar o tempo de antena do PPV de dia 16 dentro do horário previsto para o efeito, tendo a nossa enviada Tania A. chegado à TVI por volta das 21h do dia 15. Conforme FAX remetido à CNE, a TVI entendeu que não deveria recepcionar a cassete com os tempos de antena. Ainda assim, o Dr. Henrique Dias terá manifestado a disponibilidade da TVI para aceitar a mesma cassete no dia 16, no horário normal das 14h30 às 16h30, mediante o acordo da C.N.E., acordo esse que por meio deste email expressamente lhes solicitamos, apelando para o Vosso melhor espírito de Boa Vontade e Tolerância Democrática.

Pelo PPV,
Luís Botelho Ribeiro( responsável Geral )

------------------

from: movimento Portugal pro-Vida <portugalprovida@gmail.com>to"Henrique A. Dias" <hadias@tvi.pt>
cc Joaquina Martins <
joaquinamartins@cne.pt>

dateWed, Sep 16, 2009 at 11:51 AM
subject: PPV - credencial a Tânia A. para entrega dos tempos de antena
hide details 11:51 AM (14 hours ago)

Ex.mº Dr. Henrique Dias,

Escrevo para confirmar e credenciar a Tania A. como nossa legítima emissária para a entrega da cassete dos tempos de antena do PPV.

Espero sinceramente - dentro do mesmo espírito de colaboração que sempre temos tido com a TVI - que não haja qualquer impedimento para a transmissão do tempo de antena desta noite. Até ao momento presente não recebemos qualquer informação em contrário da parte da C.N.E. - penso que isso poderá ser interpretado como um sinal de que nada obsta à transmissão do nosso bloco.

Penso que o Espírito daquela regra das 24horas de antecedência visa a protecção da Estação Televisiva para o caso de os partidos pretenderem entregar os conteúdos tão em cima da hora que já não seja tecnicamente possível a preparação da emissão.

Registo como muito agrado a disponibilidade da TVI para, não havendo oposição da CNE, proceder à preparação e transmissão de todos os tempos do PPV, incluindo o de hoje à noite, desde que consumemos ao princípio desta tarde a entrega da cassete ontem recusada.

Os meus cumprimentos,
Luís Botelho Ribeiro

falácias na educação

artigo recebido de "é o carteiro"

a mudança do mundo

... «a mudança do mundo começa na mudança da mente» Gabriel, o pensador

-------------

E de facto dá que pensar o facto de que, apesar do discurso unânime a favor da descentralização, um único partido/coligação (dos 15 que se apresentam a sufrágio nas próximas legislativas)...

... dá uma morada fora de Lisboa: obviamente o «Portugal pro Vida»!!!

(pode confirmar isso mesmo nas pág.s 37 a 39 do guia oficial da C.N.E. clicando AQUI)

-----
não pagamos outdoors...

PPV - Passamos Pala-Vra! :-)

domingo, 13 de setembro de 2009

PPV - tempos de antena para rádio

Clip1 ( 5' / 2'09" ): apresentação PPV e Inverno Demográfico
intervenções de: Luis Botelho Ribeiro / Fernando Ribeiro e Castro

Clip2 ( 5' ): combate ao aborto - voluntariado pro-Vida / Educ. Sexual na escola e Liberdade
intervenções de: Leonor Semião de Castro / Armando Mendes / Fernanda Mesquita Guimarães / Carlos Sousa

Clip3 ( 5' ): Apelo ao voto em consciência, pedalada pela Vida, política pro Família, Eutanásia
intervenções de: Luís Paiva / Luís Botelho / João Viçoso / Luis Botelho / Dora Mendes / Carlos Sousa / Eddie Fernandes

Clip4 ( 5' ): ex-combatentes, sal e luz, casamento homossexual, Eutanásia, voto consciente
intervenções de: Carlos Sousa / Eddie Fernandes / Luís Botelho / Prof. Daniel Serrão / Eddie Fernandes

Clip5 ( 5' / 4' / 1' ): Apelo ao voto consciente e mensagens finais
intervenções de: Eddie Fernandes / Luís Botelho


-----------------------
RDP - Antena 1

16.09 - 4ª feira: 11h46
17.09 - 5ª feira: 11h51
17.09 - 5ª feira: 14h45
19.09 - sábado: 07h08
20.09 - Domingo: 13h41
21.09 - 2ª feira: 20h36
23.09 - 4ª feira: 11h36
23.09 - 4ª feira: 14h40
25.09 - 6ª feira: 20h52

-----------------------
Renascença - Canal RR

16.09 - 4ª feira: 11h50
17.09 - 5ª feira: 11h55
17.09 - 5ª feira: 21h35
19.09 - sábado: 07h06
20.09 - Domingo: 22h25
21.09 - 2ª feira: 21h40
23.09 - 4ª feira: 11h40
23.09 - 4ª feira: 21h30
25.09 - 6ª feira: 21h56

-----------------------
Renascença - Rádio SIM

16.09 - 4ª feira: 11h50
17.09 - 5ª feira: 11h55
17.09 - 5ª feira: 21h35
19.09 - sábado: 07h06
20.09 - Domingo: 22h25
21.09 - 2ª feira: 21h40
23.09 - 4ª feira: 11h40
23.09 - 4ª feira: 21h30
25.09 - 6ª feira: 21h56

-----------------------
RFM

16.09 - 4ª feira: 11h30
17.09 - 5ª feira: 11h35
17.09 - 5ª feira: 21h25
19.09 - sábado: 07h20
20.09 - Domingo: 21h15
21.09 - 2ª feira: 21h30
23.09 - 4ª feira: 11h20
23.09 - 4ª feira: 21h20
25.09 - 6ª feira: 21h46

-----------------------
Rádio Comercial

16.09 - 4ª feira: 11h50
17.09 - 5ª feira: 11h55
17.09 - 5ª feira: 21h15
19.09 - sábado: 07h00
20.09 - Domingo: 20h05
21.09 - 2ª feira: 21h20
23.09 - 4ª feira: 11h40
23.09 - 4ª feira: 21h10
25.09 - 6ª feira: 21h36

-----------------------
TSF

13.09 - Domingo: 14h40
15.09 - 3ª feira: 14h45
19.09 - sábado: 14h35
22.09 - 3ª feira: 14h35
24.09 - 5ª feira: 14h30
25.09 - 6ª feira: 14h42

-----------------------
RCP - Rádio Clube Português

13.09 - Domingo: 14h20
15.09 - 3ª feira: 14h25
19.09 - sábado: 14h15
22.09 - 3ª feira: 14h15
24.09 - 5ª feira: 14h10
25.09 - 6ª feira: 14h22

-----------------------
RDP Açores

13.09 - Domingo: 23h46
14.09 - 2ª feira: 11h51
15.09 - 3ª feira: 11h46
15.09 - 3ª feira: 20h46
17.09 - 5ª feira: 11h41
18.09 - 6ª feira: 11h46
19.09 - sábado: 07h23
19.09 - sábado: 23h46 ( ou 20h46 se não houver "bola" )
20.09 - Domingo: 23h46 ( ou 20h46 se não houver "bola" )
21.09 - 2ª feira: 14h30
22.09 - 3ª feira: 20h36
23.09 - 4ª feira: 11h46
24.09 - 5ª feira: 14h45
25.09 - 6ª feira: 11h41
25.09 - 6ª feira: 20h54

-----------------------
RDP Internacional

13.09 - Domingo: 23h46
15.09 - 3ª feira: 10h30
16.09 - 4ª feira: 17h35
17.09 - 5ª feira: 17h40
18.09 - 6ª feira: 21h40
20.09 - Domingo: 07h08
21.09 - 2ª feira: 17h30
22.09 - 3ª feira: 10h40
23.09 - 4ª feira: 21h30
24.09 - 5ª feira: 17h30
24.09 - 5ª feira: 21h45

-----------------------
RDP África

13.09 - Domingo: 23h20
15.09 - 3ª feira: 11h10
16.09 - 4ª feira: 13h15
17.09 - 5ª feira: 13h20
18.09 - 6ª feira: 19h40
20.09 - Domingo: 07h08
21.09 - 2ª feira: 13h10
22.09 - 3ª feira: 11h20
23.09 - 4ª feira: 19h30
24.09 - 5ª feira: 13h10
24.09 - 5ª feira: 19h35

PPV - tempos de antena televisivos

Clip1 ( 2'40" ): apresentação PPV e Inverno Demográfico
intervenções de: Luis Botelho Ribeiro / Fernando Ribeiro e Castro

Clip2 ( 3' ): combate ao aborto - voluntariado pro-Vida / Educ. Sexual na escola e Liberdade intervenções de: Leonor Semião de Castro / Armando Mendes / Fernanda Mesquita Guimarães / Carlos Sousa

Clip3 ( 3' ): Apelo ao voto em consciência, pedalada pela Vida, política pro Família, Eutanásia
intervenções de: Luís Paiva / Luís Botelho / João Viçoso / Luis Botelho / Dora Mendes / Carlos Sousa / Eddie Fernandes

Clip4 ( 3' ): ex-combatentes, sal e luz, casamento homossexual, Eutanásia, voto consciente intervenções de: Carlos Sousa / Eddie Fernandes / Luís Botelho / Prof. Daniel Serrão / Eddie Fernandes

Clip5 ( 1' ): Apelo ao voto consciente e mensagens finais
intervenções de: Eddie Fernandes / Luís Botelho


-----------------------
16.09 - 4ª feira

19h00 SIC - Clip1
19h02 RTP2/África/Internac. - Clip1
19h07 TVI - Clip1
19h13 RTP1 - Clip1

-----------------------
17.09 - 5ª feira

19h00 TVI - Clip2
19h03 RTP2/África/Internac. - Clip2
19h12 SIC - Clip2

-----------------------
19.09 - sábado

19h00 RTP1 - Clip2
19h15 SIC - Clip3

-----------------------
20.09 - Domingo

19h00 TVI - Clip3
19h03 RTP1 - Clip3
19h03 RTP2/África/Internac. - Clip3
19h18 TVI - Clip4
19h21 RTP1 - Clip4

-----------------------
21.09 - 2ª feira

19h12 RTP2/África/Internac. - Clip4

-----------------------
22.09 - 3ª feira

19h09 SIC - Clip4

-----------------------
25.09 - 6ª feira

19h01 TVI - Clip5
19h02 RTP1 - Clip5
19h08 SIC - Clip5
19h10 RTP2/África/Internac. - Clip5

1º Tempo de antena PPV - na RDP Açores

Após o estranho corte dos tempos de antena televisivos do PPV previstos para este Domingo*, o primeiro tempo de antena do PPV será transmitido hoje na RDP Açores conforme grelha publicada aqui. Este tempo será o penúltimo do bloco da noite: 20h30 às 21h00 (se não houver futebol). Deve, portanto ir para o ar cerca das 20h40 (ou às 23h46, havendo "bola" na RDP).

Força Açores!!!

(em breve publicaremos a grelha-síntese com todos os tempos de antena finalmente atribuidos do PPV, entretando consultável, estação a estação, aqui)

--------------------------
* o critério adoptado pela Comissão Nacional de Eleições na sessão de sorteio, realizada na A.R. a 4 de Setembro, apontava para o "corte" dos blocos finais, não dos primeiros. Perante a recusa da nossa lista para Lisboa, a C.N.E. estranhamente mudou de critério - prejudicando-nos.

Rádio Renascença entrevista PPV

O PPV entende que «não é possível defender as questões da vida e da família sem estar representado no Parlamento e assim [...]influir no processo legislativo»


Entrevista de Raquel Abecasis. Imagem e edição de Conceição Sampaio.

entrevista RTPN 28.08.09 - jorn. Alberta Marques Fernandes


terça-feira, 8 de setembro de 2009

O princípio da subsidiariedade

O Estado não se identifica com a sociedade, está ao seu serviço. E não deve controlá-la a ponto de a afogar (dirigismo estatal). É preciso partir da base que os cidadãos são tão inteligentes e honestos como os que mandam; portanto não merecem nem mais nem menos vigilância que os que mandam. Deve-se governar e obedecer num clima de confiança, não de desconfiança.

Não basta que as leis "mandem ser bons". É preciso "querer" ser bons. Mas o governo só pode ajudar "desde fora", premiando o bem e reprimindo o mal, preservando a justa ordem social. Para fomentar a honestidade é preciso que os cidadãos estejam seguros que, vivendo honestamente, têm perante o estado, as mesmas oportunidades e direitos que os outros.

O papel do estado é fomentar o bem comum e para isso deve estimular a actividade própria da sociedade, com as ajudas oportunas. A palavra que traduz esta ajuda é subsídio e daí um principio muito importante que é o princípio da subsidiariedade. Pode expressar-se assim: "O que pode ser feito por uma sociedade ou um ente menor, não deve ser feito por uma sociedade ou um ente maior".

Assim se respeita e aproveita as iniciativas, energias e capacidades dos diferentes elementos da sociedade. Os grupos maiores e o estado só intervêm para aquilo que os grupos menores não podem fazer sozinhos.

Naturalmente que este princípio não é matemático. Não existem soluções exactas para os problemas sociais. É um princípio prudencial e depende da capacidade de iniciativa de todos.

In blogue Arte de Viver


... apesar disto, os partidos portugueses, em vez de descentralizar, concentram-se em Lisboa.

Todos? Não. Há uma honrosa excepção... pode verificar clicando aqui.

sábado, 5 de setembro de 2009

educação sexual nas escolas sem "tabus"?

Intitulava na passada semana um jornal de distribuição gratuita* : "sexo sem tabus nas escolas" que ilustrava com uma a imagem de sexo a três. Estas são razões que demonstram os receios sobre os objectivos do que pode vir a acontecer em algumas escolas que adiram ao programa que o Ministério da Educação quer introduzir nos planos escolares de 2009/2010.
Muitos pais, encarregados de educação e até professores não estão optimistas para aceitarem este auto denominado "modernismo escolar".

Isto tudo porque a Ass. da República aprovou a lei da obrigatoriedade, não democrática, do ensino da Educação Sexual. Aulas de formação humana e cívica e aulas de formação para a cidadania e para a saúde são importantes, mas com regras e valores que mereçam a confiança dos pais e professores e sem os idealismos de alguns interesses, porque estes não correspondem ao pensar de pais e educadores, tantos ou mais do que os ditos idealistas e querem o melhor para os filhos e alunos. O que representa a APF no universo português?

Joaquim José Galvão

- autor do título do livro «O Jovens e o Sexo Valores da Sexualidade humana», edit. DEPLANO
http://www.cdgo.com/artigoDetalhe.php?idArtigo=3942894
(disponível na Bulhosa editora, livrarias FNAC ou BERTRAND e na editora DEPLANONETWORK)

* jornal Metro, 2.09.2009, pág. 2

terça-feira, 1 de setembro de 2009

pedalada sobre Lisboa

BRAGA


partida do centro de Braga, com primeira paragem na Velha Sé primacial das Espanhas
GUIMARÃES


com os amigos do M.C.C. de Guimarães, antes da visita obrigatória à

igreja da colegiada de N. S.rª da Oliveira, onde D. Afonso IV agradeceu a vitória do Salado

e D. João I a de Aljubarrota

SANTO TIRSO

frente ao Mosteiro de S. Bento, de visita à terra natal:

mais uma maternidade encerrada por Sócrates

PORTO


como na "alegoria da Caverna", desalinhados do "sistema", olhando a Vida, não as sombras

ou como D. Pedro IV, com o "cavalo de costas para Lisboa"

esta é a Invicta, Mui Nobre e Sempre Leal cidade do Porto


AVEIRO

Aveiro, cidade de água, Vida, cultura e Liberdade


COIMBRA

junto de Santa Cruz de Coimbra, e após a devida homenagem ao Fundador D. Afonso Henriques que ali jaz em Paxz, com o cabeça de lista pela Guarda - Carlos Varandas Nunes




LEIRIA

à porta da Igreja do Espírito Santo, com o cabeça de lista por Leiria - Vítor Nogueira

FÁTIMA

religion and politics do mix... :-)


SANTARÉM


homenagem à Coragem e Valores de um verdadeiro português - Salgueiro Maia

AZAMBUJA

quando o investimento estrangeiro se "deslocaliza"...
podemos ajardinar os terrenos abandonados mas...
devemos acreditar mais na capacidade empreendedora nacional.

Vila Franca de XIRA

diante da Ponte Carmona, "uma passagem para a outra margem"














só é pena que a ciclo-via comece numa barreira fechada. A requalificação da margem do tejo tem de continuar... por onde talvez devesse ter começado. Há que pensar também no realojamento da "comunidade Hippie" instalada nas ruínas da fábrica - coisa hoje tão rara que talvez merecesse estatuto de "patrimonio cultural da Humanidade", a par dos Caretos de Podence e das Nicolinas de Guimarães...


o edital dá a ideia de que a C. M. de Vila Franca não declina as suas responsabilidades no atravessamento da ciclo-via... onde consta que há tempos houve infelizmente um acidente mortal. Mas convenhamos que um corrimão ao longo de todo aquele trajecto também tiraria um pouco daquela sensação de proximidade ao rio. Quanto aos riscos, podem ser minimizados e os utilizadores chamados a uma fruição responsável e atenta daquele magífico corredor que só esperamos que se estenda em breve ao centro de Vila Franca e... à parte ribeirinha da Cimpor em Alhandra.

ALVERCA

a «volta do futuro»

LISBOA - Parque das Nações

directamente de Sagres, o Bernardo vem reforçar o "pelotão" e a volta termina
à maneira de Cândido Barbosa... em grande "sprint"!

LISBOA - Belém

[... ]